Domingo, 22 de Novembro de 2009

Atum Corretora

 A minha saga por esse “bosque das trevas” da gastronomia que é o atum em lata persiste e prossegue, tende hoje como visado o atum “Corretora”.

 

Tampa da antiga lata do atum “Corretora”, a actual dá mais ênfase ao elefante, e é redonda

 A fábrica que produz o atum “Corretora” tem sede em Ponta Delgada, na ilha de S. Miguel (Açores). Como toda a gente sabe, as pessoas provenientes dessa zona, para além de serem péssimos seres humanos, sofrem de mutações horríveis, isto acontece porque, devido a um ritual bárbaro fundado pelo rei Tuatunga XIII (que reinou entre 1998 e 2007) todos os recém-nascidos micaelenses deveriam levar com uma pedrada na cabeça, porque os micaelenses odeiam bebes. Entre outras coisas que os micaelenses odeiam contam-se:

 - Flores

 - Gatinhos

 - Cachorrinhos

 - Borboletas

 - O nascer do sol

 - O mar

 - O menino Jesus

 - Todas as personagens do presépio

 - Eles próprios (mas isso toda a gente odeia)

 - A luz

 - Todo o tipo de higiene pessoal

 Mas não deixemos que a índole dos fabricantes do atum interfira na nossa tarefa de apreciar o atum. Quem sabe que das rudes e pestilentas mãos desse povo saía uma sublime ode ao atum. Afinal de contas Nietzsche era um excelente filósofo, mas das suas ideias (ou mal interpretação das mesmas) surgiu o nazismo. Ao posso que Van Gogh era um demente e produziu lindos quadros. O atum corretora pode muito bem ser o equivalente alimentar a esses paradoxos.

 E verdade seja dita, o atum corretora é, sem dúvida alguma, um paradoxo. Começando pela lata. E não falo daquela que apresento mais acima. A lata actual do atum corretora é redonda, maciça e contem o desenho dum elefante enorme, e (mas só se procurarmos mesmo muito, mas muito bem) o desenho dum pequeno atum.

 Pessoalmente não sou adepto dessa mania “new age” que são as latas de atum redondas. Dá-me sempre a impressão que estou a comer comida de gato. Chamem-me de doido mas, para mim, recipientes redondos são para bichos domésticos, recipientes rectangulares para seres humanos. Não mude o homem o que está naturalmente pré-destinado.

 Curiosamente, no caso do atum corretora, comer comida de gato não é uma impressão, é um desejo. O atum corretora é uma patética e insípida representação de algo cinzento (tenho grandes dificuldades em chamar atum àquilo). Existem muitas coisas, milhares de insultos, inúmeras verdades indecorosas que podia relatar sobre o atum corretora. Mas prefiro lançar-vos o apelo de se manterem longe, muito longe do atum corretora. Mantenham-se longe desse indefinido mingau que é o atum correctora, comer atum corretora é como ser violado por um violador indeciso, comer atum corretora é como morrer afogado num mar de ambiguidade, comer atum corretora é como sofrer 50 cortes de papel nos olhos.

Melhor pão para acompanhar atum “Corretora” – Pão de alho (ajuda a tirar/dar sabor)

Melhor bebida para acompanhar atum “Corretora – Água com açúcar

Melhor filme para ver com atum “Corretora” – Baby geniuses 2 de Bob Clark

 

De 0 a 10 – 1,7

De 0 a 100 – 17

Em signos do zodíaco - Gémeos  

   

 

sinto-me: enraivecido
música: Not an addict - K´s Choice

Domingo, 27 de Setembro de 2009

Que melhor tema para falar em altura de eleições?

 Haverá mais glorioso alimento que atum enlatado?

 

 Claro que sim, imensos, esta pergunta poderá mesmo ser catalogada de “estúpida”. De facto numa lista de 300 alimentos gloriosos o atum em lata estaria provavelmente no número 243 à frente de douradinhos mas atrás de courdon blue (aqueles panados congelados de fiambre e queijo, estão á frente porque o nome é francês e muita gente não sabe bem o que significa e pede em restaurantes, para impressionar os acompanhantes com o seu pretensioso sotaque. Depois é vê-los a comer folhados com arroz acompanhados por vinho branco.)

 

 Mas, como desempregados em potencial que todos somos, é imperial ser profundo conhecedor do “melhor amigo do degredo”. E como magnânimo cidadão que sou, preocupo-me com o bem-estar da sociedade, deixando aqui o meu contributo em forma de dissecadas criticas a esse bem essencial.

 

 Atum de hoje: “Adónis”.

 

(infelizmente não vi  uma imagem do producto no seu estado natural, isto é um empadão que pode perfeitamente ser feito com atum “Adónis”)

 

 O atum “Adónis” custa aproximadamente 78 cêntimos por lata (mas da internet vi uma loja que vendia a 49 cêntimos) de 120g aproximadamente.

 

 Para além de dar o nome a esta afamada marca de atum, Adónis foi também um filho ilegítimo, amante da deusa da beleza Afrodite e que foi morto por um javali enviado pelo (outro) amante da deusa. Tornou-se também amante da deusa do submundo Perséfone. No fim Zeus decidiu que Adónis passaria 4 meses com Afrodite (que era a mais gira), outros 4 com Perséfone (que parecia um homem) e os restantes 4 sozinho, em liberdade. Crê-se que eram nestes 4 meses de retiro que Adónis produzia este suculento atum, mas nestas coisas da mitologia há sempre partes verosímeis e outras que são obras de charlatães que querem fundar uma seita.   

 

 Mas, foquemo-nos no produto em si, e não em milenares novelas de propaganda:

 

 O atum “Adónis” é um atum bastante oleoso, deve-se abrir a embalagem com cautela para não salpicar o sofá (sim porque toda a gente que come atum em lata não tem o amor próprio de preparar uma refeição e come-la numa mesa como um adulto digno. Quem come atum em lata fá-lo no seu sofá em roupa interior usada directamente da lata) é aconselhável que escoe boa parte do óleo, que tem um sabor muito forte e salgado.

 

 Mesmo após escorrido parte do óleo (todos nós sabemos que é praticamente impossível escorrer todo o óleo duma lata de atum, até Job se acobardou perante tal tarefa) o atum Adónis continua bastante húmido e oleoso, oleoso que é por sua vez a melhor palavra para caracterizar este atum. Basicamente este atum é direccionado mais para os “gourmets” do atum em lata, do que propriamente para quem aprecia atum em si. A expressão “conservado em óleo” ganha uma expressão e dinâmica de proporções épicas quando escrita na lata amarela de “atum Adónis”. Se atum Adónis fosse um perfume seria “Old Spice”, se atum Adónis fosse uma canção seria “Crucificados pelo sistema” dos Ratos do Porão, se atum Adónis fosse um partido político seria o PNR. Comer atum Adónis é como ter “Atila o huno” a invadir-nos as papilas gustativas, com uma determinação e brutalidade tanto admirável como assustadora.

 

 Melhor pão para acompanhar “Atum Adónis”: Broa de milho (bem durinha)

 Melhor bebida para acompanhar “Atum Adónis”: Aguardente de casca de carvalho

 Melhor filme para ver com  “Atum Adónis”: “Sozinho no escuro” de Uwe Bool

 

De 0 a 10: 5,2

De 0 a 100: 52

Em signos do zodíaco: Escorpião

 

sinto-me: invadido
música: Caminhos Turvos - Dazkarieh

.este tarado tem identidade (veja aqui qual)

.termos

 

.Setembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
25
26
27
28

29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.este palhaço dise isto (e não fui á muito tempo)

. Atum Corretora

. Que melhor tema para fala...

.depois disto ainda quer ver mais? Não? E se eu oferecer um microondas

. Setembro 2013

. Outubro 2012

. Junho 2012

. Fevereiro 2012

. Abril 2011

. Novembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Dezembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

.tags

. todas as tags

.eu recomendo isto, mas isto sou eu

SAPO Blogs

.subscrever feeds