Domingo, 29 de Novembro de 2009

Tanto texto para um simples trocadilho

 Muito se falou desse ícone da música portuguesa que é Melão.

 Muito, mas não o suficiente. Talvez pelo sentimento de intimidação que qualquer humilde mortal sente ao pronunciar o nome de Melão, talvez pelo simples facto que nada mais pode ser acrescentado a tão sublime espécime. Eu não sei, provavelmente o leitor também não saberá e creio que nem o próprio Melão faz ideia.

 O que é certo é que a letra do single “Coração de Melão” é da melhor poesia contemporânea que o nosso solarengo país já viu.

 Esta não é a primeira vez que discuto a poesia de Melão, mas sinto que nunca é demais apreciar e analisar o trabalho deste nosso tão conceituado artista. Atentemos então no refrão (e 78% da música) de “Coração de Melão”:

 “Coração de melão

  Melão, melão, melão

 (ai) Coração de melão

 Melão, melão. Melão”    

 

 Logo ao primeiro contacto apercebemo-nos que estamos na presença dum iluminado, a profunda metáfora entre melão e coração, a brilhante rima emparelhada entre melão/melão/melão/melão, o brilhante minimalismo em fazer uma quadra usando apenas 2 palavras, e o toque da interjeição “aí” a dar um pequeno lamiré à Álvaro de Campos.   

 

Mas apesar de ser um poeta contemporâneo, Melão não descura os cânones clássicos. Reparem na contagem silábica: “Co-ra-ção de me-lão(6)/ me-lão me-lão me-lão (6)/ co-ra-ção de me-lão(6)/ me-lão me-lão (6)”.

 

 Seis sílabas por verso, não cinco como na redondilha pequena, nem sete como na redondilha maior. E porquê? Porque se juntar mos o numero de sílabas de cada verso ficamos com o seguinte número: 6666. Ou seja 666(o número da besta)+6. Cá está o mais sublime de todos os pormenores de Melão. O Melão, que é uma besta, faz um poema onde se auto-invoca, aliás e não só se auto-invoca como ainda acrescenta mais um 6, porque Melão é uma besta, tudo bem, mas é mais que isto, Melão atinge o inatingível, Melão vai para lá da besta, Melão é uma besta extra uma autêntica Super Besta.

    

 

sinto-me: extasiado
música: Dead Combo - Putos a roubar maçãs

De Moyle a 3 de Dezembro de 2009 às 00:01
é um artista dos diabos, que nos fez a vida num inferno (durante 3/4 semanas pelo menos)


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


.este tarado tem identidade (veja aqui qual)

.termos

 

.Setembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
25
26
27
28

29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.este palhaço dise isto (e não fui á muito tempo)

. Crítica "O Filme do Desas...

. Ricardo Blayer, um ser hu...

. Ricardo Blayer, um ser hu...

. Ricardo Blayer um ser hum...

. Mas... ainda há textos aq...

. Um video

. E há quem seja pago para ...

. Pois, poesia agora...

. To soon?

. Tartarugas gigantes e del...

.depois disto ainda quer ver mais? Não? E se eu oferecer um microondas

. Setembro 2013

. Outubro 2012

. Junho 2012

. Fevereiro 2012

. Abril 2011

. Novembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Dezembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

.tags

. todas as tags

.eu recomendo isto, mas isto sou eu

SAPO Blogs

.subscrever feeds