Domingo, 6 de Dezembro de 2009

Divirta-se, leia este post na vertical e descubra o nome dum conceituado pedófilo da nossa praça

 Como já tinha referido há algum tempo, um desses génios do meio televisivo lembrou-se de televisionar um par de pessoas a chamar um cão.

 Cinco minutos de tv da melhor qualidade onde duas pessoas simplesmente agacham-se e repetem “bobi” indefinidamente.

 Pois bem, como paladino do serviço público que sou, não perdi tempo (tirando o mês e tal em que escrevi esse post e o dia de hoje) e entrevistei essa alma errante e peculiar.

 Blayer – Antes de mais obrigado por ter aceitado o meu convite.

Indivíduo do panorama televisivo – Como alguém pode recusar o que quer que seja a tão esplêndido espécime ultrapassa a minha compreensão.

B – Muito obrigado. Antes de começar, importa-se que lhe trate por idiota?

IPT – Claro que não. Parte da iniciação no panorama televisivo requer a total perda de dignidade. Nessa mesma iniciação aprendi a beber leite duma tigela para cães, enquanto sustento essa mesma tigela com o ânus e imito o latido de 32 espécies diferentes de cães.

B – Impressionante sem dúvida. Terá sido dessa experiência que surgiu o passatempo do chamamento do cão?

I – Curiosamente não. O desafio do chamamento do cão é a perfeita representação da minha forma de pensar.

B – Por alguma razão não estou surpreendido... Já agora, importa-se de explicitar um pouco mais essa sua forma de pensar?

I – Claro que não. A meu ver as pessoas querem ver na televisão coisas com as quais se identifiquem. Ou seja coisas do dia-a-dia, a vida como ela é, a televisão a imitar a realidade. E onde reside essa realidade se não nessas pequenas tarefas diárias?

B – Mas é assim tão necessário esmiuçarmos tão ínfimos detalhes do lufa-lufa diário? Chamem-me de maluco mas, um homem agachado durante 10 minutos a repetir “bobi” parece-me no mínimo enfadonho.

I – Maluco. Não só é necessário como passível de grande entretenimento. E digo mais, chamar cães não é um pormenor pequeno o suficiente. Como comprovará ao assistir ao meu novo reality show “A fila”.

B – Tenho algum medo de perguntar mas, em que consiste” A fila”?

I – Ainda bem que perguntou. A fila é o novíssimo e inovador reality show onde um grupo de 2748 estranhos convivem entre si numa fila interminável para receber o subsídio de desemprego. Todas as semanas o publico vota num concorrente para receber o mesmo subsídio e, consequentemente ser eliminado da fila.

B – Todas as semanas sai um concorrente?

I – Sim

B – Então o programa irá demorar 2748 semanas?

I – Exactamente.

B -56 anos.

I – Sim, será o maior reality show de todos os tempos. O MAIOR REALITY SHOW DE TODOS OS TEMPOS.

B – O idiota que me perdoe a pergunte mas, não será isso um claro sintoma de megalomania?

I – Não, ainda ontem tirei um quisto.

B – O maior quisto de todos os tempos?

I –Curiosamente.

 

sinto-me: com medo
música: Overpowered - Roisin Murphy

5 comentários:
De Ninguém Importante a 6 de Dezembro de 2009 às 20:24
Eu não tinha mais que fazer, e lembrei-me de passar por aqui para ver o que andavas a engendrar. O que concluí? Nunca mais...


De gata verde a 6 de Dezembro de 2009 às 22:15
BIBI BIBI BIBI BIBI....


De centrodasmarradas a 7 de Dezembro de 2009 às 12:41
Mas afinal o cão é que é o pedófilo nisto tudo, ou não!??...


De Moyle a 9 de Dezembro de 2009 às 15:33
pfffffffffffff... ri-me de caraças e nem sei do que estás a falar :D


De Rafeiro Perfumado a 9 de Dezembro de 2009 às 22:58
E ouvi dizer que já estão a trabalhar no programa seguinte, que é chamar um gato (o Tareco, da D. Engrácia) durante 28 minutos...


Comentar post

.este tarado tem identidade (veja aqui qual)

.termos

 

.Setembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
25
26
27
28

29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.este palhaço dise isto (e não fui á muito tempo)

. Crítica "O Filme do Desas...

. Ricardo Blayer, um ser hu...

. Ricardo Blayer, um ser hu...

. Ricardo Blayer um ser hum...

. Mas... ainda há textos aq...

. Um video

. E há quem seja pago para ...

. Pois, poesia agora...

. To soon?

. Tartarugas gigantes e del...

.depois disto ainda quer ver mais? Não? E se eu oferecer um microondas

. Setembro 2013

. Outubro 2012

. Junho 2012

. Fevereiro 2012

. Abril 2011

. Novembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Dezembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

.tags

. todas as tags

.eu recomendo isto, mas isto sou eu

.Enganos

Contador de visitas
SAPO Blogs

.subscrever feeds