Sábado, 17 de Outubro de 2009

Prosa segundo as leis do acaso

 Se repararmos atentamente, todas as grandes épocas artísticas foram representadas em todas as formas de arte, com excepção duma:

 

 Sim, porque se extasiarmos a nossa capacidade de pesquisa, por muito que vasculharmos os mais obscuros cantos da nossa memória, esses cantos e recantos que nem uma praticamente assalariada empregada doméstica ucraniana sem visto procura, aqueles onde nem o Steven Seagal armado com uma qualquer espada do dragão se atreve a entrar, aqueles onde este género de analogias faz o mais completo sentido. Irão notar que praticamente não existe literatura dadaísta.

 

 Até aos dias de hoje, onde eu o sagaz e intrépido Ricardo Agostinho Gouveia Blayer Alves, autor deste extraordinário blog, cunhador de tantas pérolas do idioma do Toy, o menino bonito da Grotafunda o 18º sócio da Associação Sociocultural de Estrenevide. Faz hoje de bandeirante neste rebuscado estilo literário, e assume-se como “O primeiro escritor dadaísta português” (o Saramago é outra história).

 

 Sem mais delongas cá fica:

 

                                     Prosa, segundo as leis do acaso:

 

 Como pelas esmagadoras mandíbulas da panqueca. Onde as desmesuradas massas de (mirtilos) urgem, na direcção do protector cão de três cabeças, que escon;de o sentido do albarde! O aracnídeo faraónico vigia o acepipe, que controla… o estrupido pedaço. E é com a máxima atrabílis que se escorre e ascende, para planejar todo “o” que descortinamos.

 Sendo assim imperioso grassar, deslindar o guante bólido extenuado pela oceanologia úbere que corrói o corvo?

 

sinto-me: ambiguo
música: Boite Zuleka - Cão muito mau

2 comentários:
De Rafeiro Perfumado a 18 de Outubro de 2009 às 23:00
Lá tinhas de meter um parente meu ao barulho, não é? E não me digas que foi por acaso...


De blayer a 19 de Outubro de 2009 às 00:25
Ninguém o mandou esconder o sentido do albarde


Comentar post

.este tarado tem identidade (veja aqui qual)

.termos

 

.Setembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
25
26
27
28

29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.este palhaço dise isto (e não fui á muito tempo)

. Crítica "O Filme do Desas...

. Ricardo Blayer, um ser hu...

. Ricardo Blayer, um ser hu...

. Ricardo Blayer um ser hum...

. Mas... ainda há textos aq...

. Um video

. E há quem seja pago para ...

. Pois, poesia agora...

. To soon?

. Tartarugas gigantes e del...

.depois disto ainda quer ver mais? Não? E se eu oferecer um microondas

. Setembro 2013

. Outubro 2012

. Junho 2012

. Fevereiro 2012

. Abril 2011

. Novembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Dezembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

.tags

. todas as tags

.eu recomendo isto, mas isto sou eu

.Enganos

Contador de visitas
SAPO Blogs

.subscrever feeds