Domingo, 2 de Agosto de 2009

O sexo dos porcos (um post que comece assim, tem tudo para ser bom)

 Um estudo (demasiado fundamentado para não ser pervertido) afirma que o acto sexual do porco é o mais longo de todos os animais, durando em média 30 minutos.

 

 Dai deduziu-se que, em terminologia popular, os porcos “é que sabem o que é bom”.

 

 Acontece que eu, discordo de semelhante teoria. Sim, aparentemente a cópula dos porcos demora mais tempo (quem sou eu para discordar do Sr. Dr. Gosto de Observar Animais nos Seus Rituais Reprodutivos Para Fins Puramente Científicos Claro Quem Julgais Que Eu Sou um Qualquer Pervertido Eu Tenho Uma Licenciatura Por Amor de Deus o Facto de Eu Estar Sem Calças Não Significa Nada Aliás Para Sua Informação Está Cientificamente Comprovado Também Por Mim Que o Uso de Calças Prejudica Até 12% das Capacidades Analíticas do Comum Cientista).

 

 Senão vejamos. O porco é um animal com um dos maiores índices de gordura/resto do corpo de toda a fauna mundana. Logo a sua mobilidade é muito reduzida. Como se não bastasse o porco é um animal que chafurda nos seus próprios dejectos e come lixo. E quando atingimos um ponto na nossa vida onde a simples ideia de comer lixo e rebolar em fezes se torna aceitável, qualquer coisa não está a correr bem. Agora imaginem que o período que nós humanos denominamos de “preliminares” se resumia a observar alguém da nossa espécie (com um hálito terrível) a rebolar em vezes enquanto nos inquiríamos internamente se estamos fisicamente carentes ao ponto de nos predispusermos sexualmente a tal espécime.

 

 Mas debruçando-me no acto em si (porque não? Leitores fies desta panóplia de trivialidades há muito que prevêem o dia em que eu discutiria o sexo dos porcos) não creio que seja assim tão aprazível. Porque se pensarmos bem no assunto, durante tempo suficiente para nos sentirmos sujos e perguntarmos-mos a nós próprios o que está de errado connosco, vamos chegar á conclusão que o tamanho do órgão sexual do porco, relativamente ao seu tamanho, não é propriamente impressionante. O que, se nos lembrarmos das suas patéticas capacidades motores, podemos supor que pelo menos durante 18 minutos os redundantes amantes nem têm plena certeza se estão de facto a praticar a fulgurante demonstração de paixão.

 

 Vamos supor que os nossos parafilicos após 18 minutos de labuta conseguem dissipar as suas dúvidas em relação á realidade do acto. Mesmo que o resto da “sessão” decorra sem sobressaltos, o mais provável é tudo acabar dentro de 12 minutos. E convenhamos 12 minutos de sexo, onde ambos os parceiros já se encontram de certa forma tensos (devido á rotina de 18 minutos “hum, então é isto? Não sei, é? Sei lá, talvez, porquê ias ficar muito desiludida se fosse? Muito não, mas ia ficar um bocadinho. Oh, desculpa se não correspondi as expectativas de alguém que rebola nos seus próprios dejectos. Hei, tu sabes que isso é um impulso psicológico devido á minha condição, não devias usar isso contra mim, para mais quando tu próprio também aprecias algum rebolanço. Sim mas eu tenho uma alimentação saudável, aliás cheguei a sofrer de avitaminose. Tu comes lixo.”).

 

 Ainda assim acredito que o tempo final nem é (em média) de 12 minutos. Creio que o acto propriamente dito acaba 6 minutos antes da posição ser desfeita (o que pode ter induzido em erro as entidades competentes, e nada perturbadoras, que fizeram este estudo). Seis minutos após o acto os fogosos amantes, fazem um exercício de introspecção, a ver se descobrem a razão que os levou ao ponto de copularem com o primeiro badocha, comedor de lixo e apreciador de fezes que encontram, enquanto se tentam “descolar” um do outro (o que quando o teu peso está 60% apoiado num mamífero baixo e redondo, e 40% em duas perninhas flácidas que correspondem a uma percentagem a 8% do teu corpo, pode tornar-se complicado).

 

 Em suma o sexo dos porcos resume-se a 6 minutos de cópula lenta e parada, na mesma posição, num clima muito tenso com um(a) parceiro(a) repulsivo. O que se formos a pensar bem não é assim tão aprazível.  

 

sinto-me: desconfortável
música: If you´re into - Fligth of the Conchords

3 comentários:
De Rafeiro Perfumado a 2 de Agosto de 2009 às 23:41
Para este estudo ficar irrefutável, só faltou a ligação dos tais 6 minutos com a gripe A. Sem isso, fica demasiado cingido ao tamanho do sexo do porco. Por falar nisso, como é que o mediste?


De blayer a 3 de Agosto de 2009 às 00:40
Exaustiva pesquisa a sites obscuros na internet.
Como a grande maioria da minha informação


De centrodasmarradas a 3 de Agosto de 2009 às 12:42
BRAVO! MUITO BEM! BIS! (assobio, ovação)
É ASSIM MESMO! APOIADO! (mais palmas)


Comentar post

.este tarado tem identidade (veja aqui qual)

.termos

 

.Setembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
25
26
27
28

29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.este palhaço dise isto (e não fui á muito tempo)

. Crítica "O Filme do Desas...

. Ricardo Blayer, um ser hu...

. Ricardo Blayer, um ser hu...

. Ricardo Blayer um ser hum...

. Mas... ainda há textos aq...

. Um video

. E há quem seja pago para ...

. Pois, poesia agora...

. To soon?

. Tartarugas gigantes e del...

.depois disto ainda quer ver mais? Não? E se eu oferecer um microondas

. Setembro 2013

. Outubro 2012

. Junho 2012

. Fevereiro 2012

. Abril 2011

. Novembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Dezembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

.tags

. todas as tags

.eu recomendo isto, mas isto sou eu

.Enganos

Contador de visitas
SAPO Blogs

.subscrever feeds