Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2008

Um "próspero" ano novo para todos vós

Neste dia 1 de Janeiro poderia estar a fazer imensas coisas, e levar a cabo um impressionante numero de projectos, em vez disso estou a escrever isto, não sou um individuo ambicioso, aliás apenas tive 3 resoluções de ano novo foi “conseguir comer 4 tabletes de chocolate 70% cacau em menos de meia hora e não vomitar”, uma outra foi “descobrir a cura para o cancro, num laboratório do Eritreia, enquanto como panquecas, pratico a copula desenfreada com as 3 meninas dos anúncios da TV cabo em simultâneo e puxo um camião com os dentes” e por fim “tornar humanamente possível praticar a copula com 3 pessoas ao mesmo tempo”. Mas adiante…

 

Reparei recentemente que a palavra “próspero” e utilizada praticamente apenas no ano novo. Esta palavra, que goza de um estatuto de certa forma “erudito” (ao contrário da palavra “puta” que é pura ralé lexical) passa todo o na desapercebida, até sensivelmente o dia 20 de Dezembro, onde se passa a desejar “um feliz natal e um próspero ano novo”.

 

E porquê? Pergunto eu, “próspero” é uma palavra tão boa, que deseja coisas tão agradáveis. Será que tem a ver com a grandiosidade, do que se deseja “próspero”?

 

Vejamos, um “ano novo” é um ano inteiro, é muito tempo, já um “fim de tarde” é algo bem mais rápido e momentâneo. Dai talvez fazer sentido um “próspero” para dividir por um ano inteiro, e um “agradável” bem menor em termos de felicidade para um simples fim de tarde. Sim porque ninguém quer um fim de tarde demasiado bom. Para já porque não seria justo para as outras pessoas que têm um fim de tarde simplesmente “agradável”. E depois porque iria tornar todos os outros fins de tarde deprimentes, depois de se experimentar um “próspero fim de tarde” um “agradável fim de tarde” iria sempre saber a pouco.

 

Sendo assim podemos relacionar o grau do desejo de felicidade, com o tempo que se deseja “feliz”. Sendo assim:

 

Agradável – Utilizado para períodos de tempo bastante curtos, tais como “fim de tarde”.

Feliz – Utilizado para períodos de tempo relativamente pequeno (um dia em geral) mas de grande importância, tais como “aniversário” ou “natal”.

Bom – Utilizado para períodos de tempo maiores, tais como “Bom fim de semana” ou “boas férias”.*

Próspero – O maior de todos os desejos de felicidade, por ter um poder tão grande, é apenas utilizado para desejar um bom ano, o uso abusivo deste desejo pode ter consequências terríveis, daí nunca ser utilizado noutra situação.

 

 

*Algumas pessoas mais hiperbólicas utilizam o “bom” também para um dia ou tarde, ou até mesmo noite, convém realçar que este “bom” não igual ao “Bom” de um “Bom fim-de-semana” por exemplo*

 

*Isto é uma nota de rodapé, de uma nota de rodapé, achei giro assinalar isto

sinto-me: avisado
música: Uniform - Bloc Party

8 comentários:
De Rafeiro Perfumado a 2 de Janeiro de 2008 às 11:31
Isso porque é só quando as pessoas estão com os copos que pensam que o próximo ano será próspero. Como eu já curei a ressaca, olha, um ano suficiente mais para ti....


De Blayer a 6 de Janeiro de 2008 às 01:32
Obrigado pá


De vsuzano a 3 de Janeiro de 2008 às 09:53
Este ano já tá a envelhecer.... é como quando compramos um carro, andamos 5 ou 6 quilometros e já perdeu o ser novo.... hehehehe


De Blayer a 6 de Janeiro de 2008 às 01:34
Acontece o mesmo com os idosos que puxam a minha carroça, andam uns 5/6 quilometros, e aterram no chão.

´no que dá comprar velhos já usados


De Joao a 5 de Janeiro de 2008 às 00:14
lolol achei piada ao blog a ver se passo ca mais vezes.


De Blayer a 6 de Janeiro de 2008 às 01:36
Seja bem vindo então


De Gata Verde a 6 de Janeiro de 2008 às 00:51
Posso desejar-te um BOM domingo?

Beijinhos


De Blayer a 6 de Janeiro de 2008 às 01:38
Poder podes, tenho é que ver como vou gerir tanta felicidade, obrigado no entanto.

Um bom Domingo

Beijos


Comentar post

.este tarado tem identidade (veja aqui qual)

.termos

 

.Setembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
25
26
27
28

29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.este palhaço dise isto (e não fui á muito tempo)

. Crítica "O Filme do Desas...

. Ricardo Blayer, um ser hu...

. Ricardo Blayer, um ser hu...

. Ricardo Blayer um ser hum...

. Mas... ainda há textos aq...

. Um video

. E há quem seja pago para ...

. Pois, poesia agora...

. To soon?

. Tartarugas gigantes e del...

.depois disto ainda quer ver mais? Não? E se eu oferecer um microondas

. Setembro 2013

. Outubro 2012

. Junho 2012

. Fevereiro 2012

. Abril 2011

. Novembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Dezembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

.tags

. todas as tags

.eu recomendo isto, mas isto sou eu

.Enganos

Contador de visitas
SAPO Blogs

.subscrever feeds